COMPRESSA QUENTE OU FRIA? QUANDO USAR CADA UMA DELAS

 em Fisioterapia

Compressa quente ou fria? O que fazer quando sofremos uma batida, trauma ou lesão? Segundo as nossas fisioterapeutas, a escolha certa entre as duas compressas potencializa o efeito do tratamento, mas muitas pessoas não sabem a finalidade de cada uma.

As compressas quentes são indicadas para:

  • Dores e contraturas musculares;
  • Hematomas com mais de 72h;
  • Torcicolos, dorsalgias e lombalgias;
  • Abcessos e furúnculos, sob consulta médica.

As compressas quentes diminuem a dor e promovem o relaxamento da musculatura, além de aumentar a mobilidade articular e o fluxo sanguíneo local. Podem ser usadas de 3 a 4x por dia, entre 30 a 45min, numa temperatura em que seja agradável ficar por todo o período.

Já as compressas frias são indicadas para:

  • Traumas locais;
  • Pós-operatório imediato e tardio;
  • Estiramento muscular;
  • Tendinite;
  • Entorses articulares;

As compressas frias diminuem o inchaço, a dor e a inflamação e ainda diminuem o fluxo sanguíneo local. Nesse caso, podem ser usadas por 30min em grandes regiões (joelho, tornozelo ou coxa, por exemplo) e 15min em pequenas regiões como os dedos. O procedimento pode ser repetido a cada 2h.

Postagens Recomendadas